Quando o assunto é marketing direto, qual é a primeira coisa que vem à sua cabeça? Se surgiram ideias como venda de porta em porta ou via catálogo, saiba que não está totalmente errado. No entanto, essa abordagem evoluiu e, hoje, compreende várias estratégias de marketing.

Saber como aliar esses recursos, inclusive, é fundamental para melhorar o desempenho do negócio e alcançar os objetivos definidos. Dependendo da sua atuação, é algo que oferece, até mesmo, a sonhada diferenciação.

A seguir, entenda o que é o marketing direto e veja como você poderá utilizá-lo com suas estratégias de marketing!

Afinal, o que é esse conceito?

O marketing direto envolve diversas iniciativas que visam manter uma comunicação sem intermediários e com um público altamente segmentado. Ou seja, o objetivo não é conquistar o maior alcance possível e, sim, falar diretamente com as pessoas de interesse, no momento certo.

Inclusive, vale entender que essa alternativa evoluiu com o tempo. Antes ela era baseada em opções como o telemarketing e a mala direta. Hoje há como utilizar o ambiente digital, especialmente com os recursos especiais para escolher o público e direcionar a mensagem.

Por que aliar essa alternativa às estratégias de marketing?

Um dos principais motivos para incorporar o marketing direto ao seu cotidiano é a redução do ciclo de vendas. Por causa da segmentação altamente estratégica, há grandes chances de falar com quem já conhece ou já tem interesse em sua solução. Isso reduz o trabalho de apresentação inicial e facilita a abordagem por parte da equipe comercial.

Com a aceleração do ciclo de vendas, é possível conquistar resultados como aumento da taxa de conversão, elevação da lucratividade e ampliação da produtividade.

O uso dessa possibilidade em conjunto com as estratégias de marketing também é altamente positivo para elevar a capacidade e o desempenho de outras iniciativas. O engajamento nas redes sociais pode aumentar graças a essa atuação direcionada para o público certo, por exemplo.

No geral, unir os esforços de forma adequada, é uma ótima solução para ampliar a presença no setor, reforçar o reconhecimento de marca e até fortalecer a competitividade.

Como incorporar o marketing direto no seu planejamento?

Para utilizar tudo o que essa alternativa tem a oferecer, é preciso começar com um amplo reconhecimento sobre o público. Como a segmentação é um dos pilares da sua atuação, vale a pena levantar dados relevantes sobre o público. Isso pode ser feito através de pesquisas e de análises de ferramentas como o CRM.

A partir disso, é interessante traçar um perfil representativo dessa porção do público que o seu negócio deseja atingir. Com a criação de uma persona nesse sentido, fica mais fácil encontrar as expectativas, as necessidades e as dores — e como isso pode se relacionar com o marketing direto.

Sabendo com quem você pretende falar, é o momento de selecionar as estratégias de marketing que são mais adequadas. Em alguns casos, vale a pena dar cupons de descontos exclusivos por e-mail marketing. Em outras situações, um programa de fidelização ou uma oferta de conteúdo diferenciado pode chamar a atenção do seu público de interesse.

Tão importante quanto realizar uma abordagem direta, é medir os resultados. Então, não deixe de selecionar os principais indicadores para reconhecer quais são as ferramentas que entregam o desempenho adequado. A partir disso, é possível atuar com base na melhoria contínua.

O marketing direto é uma excelente alternativa para segmentar a atuação e obter resultados ainda melhores. Aliar essa abordagem às estratégias de marketing é a melhor saída para potencializar o uso de tal recurso.

Já que estamos falando em aumentar a performance, veja como converter os leads em clientes! Para mais informações sobre marketing digital, assine a nossa newsletter, curta nossa página no Facebook, e siga o nosso perfil no Instagram para ficar antenado!

Target Mais

Target Mais

Somos a #TargetMais, única Agência Digital do mercado a trabalhar performance integrada para o mercado PME. Nosso Diferencial competitivo é investir no que há de melhor em termos de Sênior Partners, Processos e Tecnologia para desenvolver Áreas de Alta Performance.

Leave a Reply